Apesar dos rumores, a Sony concluiu que a fonte dos vazamentos recentes não é um ex-funcionário da Naughty Dog ou da Sony.

No início da semana passada, The Last of Us Part 2 tinha um monte de sua narrativa vazada na internet, à frente de sua nova data de lançamento em 19 de junho. Desde o vazamento, tem sido rumores de que a fonte era um ex-funcionário da Naughty Dog. Mas após uma investigação pela Sony, este parece não ser o caso.

Em um comunicado ao GamesIndustry.biz , a Sony confirmou que identificou os principais culpados pelo vazamento. E que eles não são afiliados à Sony ou à Naughty Dog. A declaração completa, fornecida pelo The Hollywood Reporter , diz: “A SIE identificou os principais indivíduos responsáveis ​​pela liberação não autorizada de ativos da TLOU2. Eles não são afiliados à Naughty Dog ou à SIE”.

Assista ao trailer…

A Sony está limitando detalhes adicionais, afirmando que as informações ainda são importantes para uma investigação em andamento. Mas não ficou claro agora como alguém não afiliado à Sony e à Naughty Dog obteve acesso aos ativos que vazaram.

The Last of Us Part II foi lançado inicialmente em 29 de maio, antes que questões logísticas provocadas pela pandemia em curso do COVID-19 obrigassem a Sony a adiar indefinidamente o jogo . Mas no início desta semana, a Sony anunciou que The Last of Us Part 2 será lançado em 19 de junho , enquanto Ghost of Tsushima , da Sucker Punch, foi adiado para 17 de julho .